Pés e pernas inchados na gravidez

Pés e pernas inchados na gravidez

Apesar de comum, o inchaço não deve ser ignorado

Muitas grávidas, principalmente as que estão com tempo mais avançado de gestação, ficam com pés e pernas inchados. Apesar de comum durante a gravidez, o inchaço não deve ser ignorado. Em alguns casos, pode ser até sinal de pré-eclampsia.

– O inchaço costuma ser normal e muito comum na gravidez. Mas é preciso ficar atento e sinalizar o médico caso o inchaço apareça de uma hora para outra, não só nos pés, como, também, nas regiões do rosto e da mão. Isso pode indicar um sinal de pré-eclâmpsia, que pode desencadear complicações graves. O médico vai aferir a pressão arterial e indicar outros exames caso seja preciso – explica Glaucimara Nunes, ginecologista obstetra do Hospital Oeste D’Or e do Hospital Real D’Or.

Segundo a médica, o inchaço pode ser fisiológico, em gestações com tempo avançado, ou patológico, por conta de aumento de pressão arterial. Por isso, a importância do acompanhamento pré-natal. O mais comum costuma ser o inchaço nos pés e nas pernas, mas ele pode afetar outras partes o corpo.

– Devido à diminuição do retorno venoso, pode acontecer um inchaço fisiológico tanto nos membros inferiores, como no abdome e membros superiores, e também na região do rosto – diz Glaucimara.

Além de seguir as orientações médicas, as gestantes podem evitar ou minimizar o desconforto do inchaço com algumas medidas comportamentais simples. Veja as recomendações da ginecologista:

-Repouso com pés para o alto;
-Evitar ficar em pé por longos períodos;
-Reduzir a ingestão de sal, que coopera para a retenção de líquidos;
-Priorizar alimentos mais naturais, evitando os industrializados – que contêm muito sódio;
-Beber água com mais frequência;
-Usar meias de compressão;
-Praticar atividades físicas, como caminhada.

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *