Programação cultural para bebês

Programação cultural para bebês

Artistas e educadores formam coletivo de arte voltado para bebês

O Naná – Núcleo de Artes para Nenéns e Afins – nasceu há seis meses, gerado por artistas e educadores cariocas, que já desenvolviam trabalhos culturais voltados para bebês. Neste mês de novembro, o coletivo ocupa o Teatro Café Pequeno, no Leblon, com uma programação variada durante quatro fins de semana. Um convite e tanto para papais e mamães levarem os pequenininhos para assistirem a espetáculos idealizados especialmente para eles. A programação é toda cuidadosamente pensada para crianças de zero a três anos.

– Os bebês têm suas especificidades, ​tanto em relação ao modo como percebem, reagem e vivenciam o mundo, como pelo fato de terem necessidades bem diferentes das crianças. Levar em conta essas peculiaridades é fundamental para desenvolver uma proposta respeitosa e de qualidade. Precisamos estar atentos para o fato de que o cérebro do bebê é capaz de absorver, expandir e armazenar uma quantidade infinitamente maior de informações que a de um adulto, por exemplo. Então, nesse sentido, é preciso oferecer uma variedade de estímulos e oportunidades para essa fase da vida, mas não é qualquer estímulo e, tampouco, no mesmo formato que ofereceríamos para outras faixas etárias. Delicadeza, pausas, silêncios, observação, sensibilidade e cuidado são alguns elementos que não podem faltar no trabalho artístico voltado para esse público – explica Roberta Consort, coordenadora do Naná.

O coletivo é formado por três grupos: Cirandinhas Bebê e Companhia (Música), Era uma vez Bebês (Literatura) e Conversa de Corpo (Dança). Integrados no Naná, os artistas buscam expandir as atividades.

– A nossa ideia é que possamos compartilhar nossos conhecimentos e experiências, criar eventos conjuntamente e oferecer cursos de formação para outros educadores e artistas, que tenham interesse em atuar junto a esse público específico. Somos oito pessoas no total​, mas estamos sempre buscando outras companhias que tenham afinidade com a nossa proposta. Convidamos recentemente mais um grupo para o Naná, o Coletivo Camará (Artes Visuais), que atuava na antiga Casa Daros e que deve participar do nosso Encontro de Linguagens em 2018 – diz Roberta.

E, apesar do pouco tempo de vida, o Naná vem crescendo em ritmo acelerado.

– Em maio deste ano, realizamos o I Encontro de Linguagens Artísticas para Bebês, no MIAN. Agora em novembro, estamos fazendo uma ocupação cultural no Teatro Café Pequeno, no Leblon. Queremos ampliar nossa atuação e estamos buscando patrocínio para o Naná. Temos muita vontade, por exemplo, de realizar oficinas e apresentações em creches e escolas da rede pública de ensino, além de ter uma sede própria que sirva como espaço de formação para educadores, artistas e pais, além de abrigar eventos voltados para os bebês e seus acompanhantes – conta Roberta. .

Veja a programação do Naná no Teatro Café Pequeno

Dias 4, 5 e 11 de novembro, às 15h e 16h30
Sarau Água de Bebê – Cirandinhas Bebê e Companhia [Música].
Os músicos trazem no repertório cantigas tradicionais infantis e canções da MPB. Durante o show o público toca, canta e participa de jogos e brincadeiras corporais, que promovem o contato físico lúdico e prazeroso entre adultos e crianças.

Dias 12, 18 e 19 de novembro às 15h e 16h30.
Duas Histórias, com o grupo Era uma vez Bebês [Literatura]
Nessa sessão serão apresentadas duas histórias: “Lua Cheia”, de Antoine Guiloppé, e “Chin Chan Chun”, de Milton Célio de Oliveira Filho. As narrativas contam com instrumentos musicais, artefatos sonoros, materiais de uso
cotidiano, papéis, entre outros objetos, que possibilitam aos bebês experimentar o texto literário de maneira lúdica e concreta.

Dias 25 e 26 de novembro às 15h e 16h30.
Co-me- ço, com o grupo Conversa de Corpo [Dança]
Uma bailarina, um músico e o movimento que nasce desse encontro. A inspiração é o desenvolvimento motor dos bebês e as descobertas que fazem pelo caminho. Enrola, desenrola, fecha, abre, recolhe, expande, empurra e puxa. Olha, rola,
arrasta, engatinha, senta, levanta, cai e anda e cai e anda e dança e brinca.

Serviço:
Tem Neném no Café Pequeno
Teatro Municipal Café Pequeno – Avenida Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon.
Telefone: 21 2294 4480.
Ingressos: R$ 40 (combo – preço único – 1 bebê + 1 adulto). Acompanhantes extras pagam R$ 20 ou R$ 10 (meia entrada).

Foto em destaque: Era uma vez bebês/Foto de Marina Andrade – Divulgação 

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *