Clubinho Salva Vidas

Clubinho Salva Vidas

Plataforma de jogos infantis ensina segurança e cidadania às crianças

Há várias formas de ensinar cuidados de segurança e cidadania às crianças, e Eliandro Maurat optou por uma bem divertida. Ele criou o Clubinho Salva Vidas, uma plataforma de jogos infantis, que pode ser acessada também por aplicativo em Smartphones com Android e IOS. O Clubinho Salva Vidas é todo pensado para os pequenos, com muita interatividade e, claro, segurança.

– Para ter acesso aos jogos, as crianças devem acessar o site www.clubinhosalvavidas.com.br e fazer o cadastro gratuitamente colocando nome, usuário e senha. A partir desse momento, ela escolhe seu avatar que, em seguida, será levado para uma cidade virtual, onde será preciso seguir e respeitar as regras básicas de cidadania. No portal, as crianças podem fazer amizades, enviar mensagens e conversar com os novos colegas virtuais com toda segurança. O bate-papo possibilita que as crianças se comuniquem por meio de frases prontas e emoticons divertidos. A conversa entre os pequenos é diferenciada e educativa, tendo como temas: meio ambiente, cidadania, educação no trânsito, cuidados aquáticos entre outros. Sendo assim, não há risco das crianças receberem frases ou palavras impróprias. Cada ação feita de forma incorreta, como atravessar fora da faixa de pedestre ou não respeitar o sinal vermelho, irá ocasionar perdas de moedas que são importantes para o andamento do jogo. Ao completar cada fase, a criança ganhará uma medalha de participação. Quando ela completar todas as fases, terá direito a roupas exclusivas e se tornará um Agente do Bem, tendo direito a um troféu de honra ao mérito do Clubinho Salva Vidas – explica Eliandro.

Os jogos são desenvolvidos pelo próprio Eliandro, mas a plataforma foi ideia do filho dele, então com 7 anos. Especialista em Planejamento e Gestão de Trânsito, Eliandro nem tinha experiência em programação. Ainda assim, abraçou a ideia e tornou o Clubinho Salva Vidas uma realidade, em 2012.

– Eu nunca havia trabalho com programação ou qualquer outro tipo de animação. Isso tornou o desafio ainda maior. Estudei o projeto por quase dois anos, criando roteiros e alinhando as ideias com propostas que levassem entretenimento e, ao mesmo tempo, gerassem valor para as crianças de forma lúdica, divertida e inovadora – conta.

E o trabalho vai muito além dos games.

– O Clubinho Salva Vidas foi criado com o objetivo de divertir, educar e conscientizar crianças de todo o mundo, aumentando as chances de aprendizagem com conceitos, conteúdos e habilidades que preservam a vida e o meio ambiente. Além dos jogos, criamos desenhos musicais que podem ser vistos em nosso canal no Youtube, palestras socioeducativas e teatros que ensinam e encantam crianças e adultos por todo o país. Sem dúvida, isso tem nos motivado a continuar com nosso propósito, gerando impacto social e ambiental para o desenvolvimento de crianças mais conscientes e seguras – avalia Eliandro.

Confira algumas dicas de segurança em casa que podem ser encontradas em joguinhos no Clubinho Salva Vidas.

– Certifique-se de que panelas e utensílios com ponta como facas e objetos com fio, como ferros de passar, sejam mantidos fora do alcance dos pequenos;

– Mantenha os sacos plásticos em puxa-sacos a uma boa altura, pois também podem oferecer risco de morte por sufocamento;

– É importante usar as bocas de trás do fogão ao cozinhar e virar os cabos das panelas para dentro para evitar que os pequenos se queimem;

– Mantenha caixas e bancos que podem servir de apoio para as crianças subirem, sempre guardados e distantes de janelas ou do fogão;

– Mantenha baldes sempre vazios e virados para baixo. Uma pequena quantidade de água já pode ser suficiente para uma criança se afogar em poucos segundos;

– Prefira cortinas e persianas com panos grossos, que são mais difíceis para a criança se enrolar. Evite expor o fio da persiana, pois há risco de enforcamento. Enrole-o bem no alto e deixe preso com um nó, onde a criança não alcance;

– Substitua fios elétricos desencapados e proteja tomadas com tampas apropriadas ou, esconda-as, posicionando móveis de forma que a criança não tenha acesso;

– Instale portões de segurança no topo e na base das escadas para evitar que subam ou desçam sem vigilância;

– Instale redes de proteção nas janelas e varandas para evitar possíveis quedas;

– Mantenha plantas que podem ser venenosas ou perigosas para a ingestão em vasos suspensos ou em prateleiras altas.

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *